Páginas

sexta-feira, 4 de março de 2011

Uma festa surpresa...

Abro aqui um espaço para deixar registrada minha mensagem aos meus alunos do 8ºAno C, que me surpreenderam fazendo uma festa surpresa. Agradeço todo o carinho e nem sei se mereço tanto...
Há certas coisas que não têm preço e que acabam recompensando todo o trajeto da vida de um professor. 
  
"É disso que eu tô falando..."


MEUS QUERIDOS ALUNOS DO 8º ANO C, depois da festa surpresa de ontem devo uma declaração. Primeiro gostaria de dizer que foi realmente surpreendente, já que faltavam ainda 10 dias para meu aniversário. Mas posso dizer que foram os primeiros a festejar comigo essa nova idade que bate a minha porta e que devo recebê-la com carinho e esperança.
 Devo acrescentar que nunca ganhei uma festa surpresa de meus amigos, sempre fiz, mas nunca a recebi. Sendo assim, tenho vocês como pessoas realmente importantes em minha vida, que são capazes se mudar o dia, de dar ânimo, de fazer o dia valer a pena e deixar tudo mais feliz, mesmo que lá fora a chuva caia às vésperas do Carnaval.
Adorei a cesta com chocolates, a cartinha que recebi, o bolo delicioso escrito meu nome e com as velas de minha idade. Acho que nem na minha casa há tantos detalhes. Fora isso as bexigas coloridas, a lousa desenhada, o suspiro, os salgados, tudo.... Agradeço por cada sorriso e abraço que recebi...
 Vocês conseguiram....Esse dia ficará na memória, seja por me encherem com o 1º pedaço, por ver o Eder comer 6 pedaços de bolo, incluindo o primeiro pedaço, pela justificativa do Diego pela vela de número 2 (há dois anos que tivemos aula), pelo carinho e mimos das meninas, pelo Edvandro que quase me queimou com a vela no suspiro, pela limpeza do pessoal que foram tão rápidos quanto devoraram tudo, pelo Marcus que ganhou o pedaço do meu nome, por outros que guardaram um pedaço de bolo para um amor... Enfim, pelas fotos, pelas piadas por tudo... Inclusive pela organização... Fizeram tudo na minha aula sem serem notados... Parabéns!
Sentada com vocês na sala me sinto como se estivéssemos entre amigos, e acho isso muito importante, porque, ao mesmo tempo em que me respeitam como professora, eu os tenho de igual para igual, conversamos olhando no olho, não há distância, o que faz da nossa convivência algo muito especial.
O aniversário é meu, mas vocês são meus presentes....cada um em sua singularidade. Quero deixar aqui minha palavra de que tentarei formar vocês nessa escola e ir junto até o fim, até os caminhos do 9º ano em que nossa despedida será inevitável...
Adaptando a frase do livro O Caçador de Pipas, saibam que POR VOCÊS EU FARIA ISSO MIL VEZES!

COM CARINHO, PROFESSORA LUCIANA


Como vocês podem ver, alunos não só nos chateiam e tiram do sério, mas também fazem o dia começar e terminar melhor simplesmente pela presença única de cada um. Enquanto eu revisava as classes gramaticais, eles me ensinaram mais sobre amizade do que qualquer amigo de fato...


"A gente não faz amigos, reconhece-os."

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário